skip to Main Content

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) reforça ações de vigilância para conter a disseminação do coronavírus, na Bahia, sobretudo após identificação da variante mais infecciosa do vírus, que já vinha circulando em Manaus, no Amazonas.

De acordo com o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, quem passou pela região amazônica e teve sintomas da doença, além de todas que tiveram contato com estas pessoas, estão sendo rastreadas e monitoradas.

Fábio reitera que o Governo da Bahia também está evitando receber pacientes de outros estados que estejam com o vírus ativo.

Identificação

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) identificou dez casos da variante encontrada no Amazonas, P1, em 32 testes analisados.

Os pacientes diagnosticados vão da faixa etária dos 7 aos 66 anos, sendo sete homens e três mulheres. Das amostras, sete foram colhidas na rede pública de saúde e três na rede privada.

fonte: coronavirus.atarde.com.br/

Back To Top