skip to Main Content

A campanha de vacinação contra a Covid-19 deverá começar ao mesmo tempo em todas as capitais, sem privilegiar nenhum estado específico, segundo o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco. As afirmações foram divulgadas pelo secretário nesta quarta-feira, 13.

“Eu não posso esperar chegar a 5 mil municípios, 38 mil salas de vacinação, para então startar a vacinação. Então, vai começar quando chegar nas capitais. É essa a ideia.” explicou. O governo federal ainda não definiu uma data para o início da imunização nacional, apesar da cobrança da população e também de prefeitos e governadores.

A reunião da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para definir a autorização emergencial das vacinas do Butantan e da Fiocruz está prevista para este domingo, 17. A Anvisa já aceitou a documentação enviada pela Fiocruz, mas pediu mais informações para o Instituto sobre a CoronaVac.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que em janeiro o governo terá 8 milhões de doses de dois tipos de vacina contra a Covid-19. Sendo 6 milhões de doses da CoronaVac e outras duas milhões de doses da vacina de Oxford.

fonte: coronavirus.atarde.com.br

Back To Top