skip to Main Content

Sair de casa e cruzar com pessoas possivelmente infectadas pelo vírus já requer cuidados especiais de higiene e prevenção como lavar as mãos e usar álcool gel e máscara. Mas é possível se proteger se o paciente com covid-19 divide o teto com você?

De acordo com Michelle Zicker, infectologista da Rede de Hospitais São Camilo, em São Paulo, há uma série de medidas que podem ser tomadas para evitar a contaminação, mas sua eficácia depende muito das condições nas quais as pessoas vivem.

“Para famílias numerosas que moram em espaços pequenos, como um ou dois cômodos, não há como seguir o princípio básico de prevenção, que é manter o distanciamento físico de pelo menos um metro”, explica.

Outra recomendação médica é, sempre que possível, isolar o doente em um quarto e banheiro separado, restringindo sua circulação na casa. “Se não existe essa possibilidade, o ideal é pelo menos evitar dividir a mesma cama e manter janelas sempre abertas, para aumentar a circulação do ar”, aponta Zicker.

Máscaras ajudam a reduzir a chance de contágio

Se a pessoa infectada precisa usar ambientes comuns, a atitude mais segura é utilizar máscaras pelo maior tempo possível para evitar contaminar o local e outras pessoas.

“É recomendado, inclusive para quem não tem a doença, como uma maneira extra de se proteger. Mas sabemos que nem todos toleram a sensação, especialmente quem está sofrendo com os efeitos respiratórios da covid-19”, esclarece a infectologista.

Limpeza

A limpeza do cômodo e do banheiro usado pela pessoa infectada devem ser feitas com frequência. “Se estiver em boas condições de saúde, o próprio doente deve limpar os locais de uso comum, como o banheiro”, diz Zicker.

Locais que são tocados com frequência, como maçanetas, torneiras, interruptores e teclados também devem ser higienizados todos os dias.

Para comer, o infectado também deve ter louça exclusiva, que não é compartilhada com o resto da família. Se possível, os objetos devem ser lavados com luvas descartáveis e seu lixo deve ser descartado separadamente em um saco plástico e lacrado após o uso.

Já na hora de lavar roupa, a infectologista indica que não há necessidade de separar as peças. “O importante é não sacudir a roupa suja, mas não existe contraindicação para a lavagem, que pode ser feita com produtos de limpeza comuns.”

Invista nestes produtos para higienizar ambientes e matar o coronavírus:

  • Água sanitária
  • Desinfetantes em geral
  • Limpadores multiuso com cloro
  • Limpadores multiuso com álcool
  • Álcool de limpeza (líquido)
  • Detergente
  • Sabão

fonte: uol.com.br/vivabem

Back To Top